Quer se manter atualizado sobre as novidades da Corr Plastik e as notícias do mercado de construção civil? Confira nessa página, feita especialmente para você!



recorde safra corr plastik - solução em tubos e conexões

Safra 2021 deve superar recorde do ano passado

Em 2021, a safra nacional de grãos deve atingir mais um recorde, o terceiro consecutivo. Serão 260,5 milhões de toneladas, com crescimento de 2,5% em relação a 2020.

Saiba mais: https://bit.ly/2KXKg2b

As soluções da Linha Irrigação em PVC e PEAD da Corr Plastik seguem os padrões da ABNT garantindo resultados tanto em pequenas plantações como em grandes projetos.

Estados buscam parceria no setor privado

A maioria dos Estados brasileiros está em processo de avaliação ou já iniciou o andamento de projetos para parceria privada dos serviços de saneamento. A iniciativa se dá tanto para a distribuição e tratamento da água e esgoto como para a gestão de resíduos sólidos.
As ações devem injetar ao menos R$ 60 bilhões no setor no país. Ao todo, mais de R$700 bi devem ser investidos até 2033.

A Corr Plastik oferece um portfólio completo de produtos para infraestrutura.⠀

Confira a matéria: http://bit.ly/2Mcwmtx

Corr News – Novembro 2020

Aumento e falta de matérias-primas no setor de construção civil

 

Confira todas as novidades da Corr Plastik

Acompanhe a matéria a respeito da alta dos preços no mercado de construção civil. A cobertura da nossa participação na feira digital Expo Coopercitrus e o resultado da nossa Pesquisa de Satisfação Anual.

A Corr Plastik não encaminha boletos diretamente através de emails. Confira sempre todos os dados antes de realizar o pagamento de qualquer boleto ou título financeiro.

Caso tenha alguma dúvida entre em contato com o nosso departamento financeiro através dos telefones (11) 4529-1500 e 0300-115-1500.

#CorrPlastik

Corr News Maio 2020

Confira todas as informações e novidades da Corr Plastik!

Nesta edição falamos a respeito dos impactos do Coronavírus no Brasil e no Mundo e como esta mudança afeta as nossas vidas. A doação de álcool em gel para as secretarias de saúde dos municípios de Cabreúva/SP e Marechal Deodoro/Al onde as fábricas estão instaladas. Confira algumas fotos do almoço especial de aniversário de 28 anos da empresa no dia 19 de março.

ATUALIZAÇÃO – Unidades São Paulo

Prezados clientes e parceiros,

Informamos que o cronograma das atividades nas duas unidades de São Paulo, situadas em Cabreúva – Unidade I (PVC) e III (PEAD) – será alterado.

A partir de 6 de abril continuaremos trabalhando em regime de plantão com um efetivo menor, garantindo o atendimento a demandas e o cronograma de entrega dos produtos.

Por conta dos desafios que estamos enfrentando neste momento e deste cenário altamente dinâmico e desafiador, algumas decisões estão sendo revistas, sempre respeitando as resoluções governamentais e prezando pelo bem-estar de todos.

Os nossos contatos comerciais e das fábricas permanecem inalterados e ativos e, em caso de dúvidas, o responsável pelo seu atendimento estará à disposição para esclarecimentos. Nossos celulares continuam disponíveis 100% do tempo.

O monitoramento a respeito de todas as informações e futuras orientações sobre os impactos do vírus seguirão de forma ininterrupta.

Comunicado aos Clientes Corr Plastik

Prezados Clientes,

Em função dos impactos causados pela pandemia do COVID-19, temos recebido várias solicitações para prorrogação de títulos e concessão de condições diferenciadas de pagamento.

Estamos enfrentando uma situação grave e temos ciência de que esta condição atingirá várias empresas no Brasil e no Mundo. Para a Corr Plastik, não será diferente, temos que manter todos os nossos compromissos e obrigações já assumidas com nossos fornecedores, funcionários e Órgãos Públicos.

A Corr Plastik está comprometida em manter sua estrutura para atender as demandas de todos os nossos clientes. Desta forma, não há alternativas para atender esta grande demanda de prorrogação de títulos e concessões diferenciadas de pagamentos.

Estamos trabalhando seguindo todas as orientações do Ministério da Saúde e temos esperança de que este cenário melhore o quanto antes para minimizar os desdobramentos desta crise.

Contamos com a sua compreensão,
Corr Plastik Tubos e Conexões

ATUALIZAÇÃO – Unidade Nordeste

Prezados clientes e parceiros,

Em razão dos acontecimentos a respeito da pandemia do COVID-19, informamos a todos que iremos retomar as atividades na Unidade de Marechal Deodoro/AL no dia 6 de abril de 2020.

Por conta dos desafios que estamos enfrentando e deste cenário altamente dinâmico e desafiador, algumas decisões precisam ser revistas, sempre respeitando as resoluções governamentais e prezando pela saúde e bem-estar de todos.

Reiteramos que os nossos contatos comerciais e da fábrica de São Paulo permanecem inalterados e, em caso de dúvidas, o responsável pelo seu atendimento estará à disposição para esclarecimentos. Nossos celulares estão disponíveis 100% do tempo.

O monitoramento a respeito de todas as informações e futuras orientações sobre o vírus seguirão de forma ininterrupta.


Assembleia Legislativa de São Paulo aprova criação de 4 unidades regionais de saneamento básico no Estado




Projeto referenda novo Marco Legal do setor e impõe metas de universalização de água e esgoto – 08/06/2021

O Estado de São Paulo ganhará novas divisões regionais de saneamento básico, de acordo com projeto aprovado em sessão realizada em ambiente virtual nesta terça-feira (8/6) pelos parlamentares da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Pela proposta do Executivo, serão quatro Unidades Regionais de Serviços de Abastecimento de Água Potável e Esgotamento Sanitário (URAE): Sudeste, que engloba os 370 municípios que têm contrato com a Sabesp; Centro, com 98 municípios; Leste, com 35 municípios; e Norte, com 142 municípios.

Quatro emendas foram aprovadas, entre elas a que respeita os objetivos e metas dos planos municipais no plano regional de saneamento; que impõe regras de atendimento ágil e de qualidade aos serviços de água e esgoto; realização de campanhas para promover o uso consciente da água e uma política de preço justo, com aplicação de tarifa social, gestão com participação popular e o tratamento dos rios do Estado. O texto segue agora para sanção, total ou parcial, do governador João Doria.

Segundo o projeto aprovado, a regionalização do saneamento vai permitir a implantação de subsídios cruzados entre municípios que compõe a mesma região, o que deve garantir tarifas médias de água e esgoto à população. Atualmente, os subsídios são isolados, atendem apenas os usuários de uma cidade, o que pode gerar desequilíbrio nas taxas para os consumidores. O texto também diz que 99% da população estadual deve estar com acesso à água potável e 90% à coleta e tratamento de esgoto até 31 de dezembro de 2033.

A proposta usa como base o novo Marco Legal do Saneamento Básico, sancionado pelo governo federal, responsável por estabelecer as diretrizes nacionais para o saneamento básico e suas políticas federais. Ela prevê benefícios como os ganhos de escala, que permitem viabilizar, economicamente, a universalização dos serviços em municípios menores e com menor capacidade de pagamento, e o compartilhamento das infraestruturas.

Debate

Para a deputada Janaína Paschoal (PSL), as divisões regionais previstas não possibilitam a universalização. “Por mais ricos que sejam os municípios, eles não terão condições de bancar as obras que precisarão ser feitas no seu território e nos territórios dos municípios vizinhos”, afirmou.

O deputado Caio França (PSB) manifestou preocupação com a divisão das unidades regionais. Ele afirmou que a Baixada Santista já faz parte de uma unidade regional de esgoto e água com nove municípios, todos eles estão com convênio atualizados em relação a Sabesp e com previsões de investimentos garantidos nesse contrato. “A preocupação principal é que se não garantirmos isso nesse projeto de lei, corre-se o risco desses investimentos serem postergados. Então uma região que hoje tem nove municípios passará a ter 370 municípios numa mesma unidade regional e com realidades totalmente distintas daquela que nós temos hoje na Baixada Santista”, afirmou.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, essas divisões foram baseadas na proximidade geográfica, visando alcançar a sustentabilidade econômico-financeira, respeitando as bacias hidrográficas como unidade de planejamento de saneamento básico, os contratos vigentes e os atuais arranjos de prestação regionalizada dos serviços que já atendem as disposições.

A deputada Professora Bebel (PT) disse que o marco é necessário, mas que o texto apresentado pelo Executivo não deixa claro como será feita essa implantação. “Eu acho que o regime de colaboração, que nós nunca conseguimos colocar, é o ponto de partida. Num país e estado com a extensão que temos, se os entes federados não caminharem juntos, nós não vamos avançar”, declarou a parlamentar. A deputada Marina Helou (Rede) acredita que o crescimento econômico-financeiro não deve ser o único critério adotado, que ele tem que estar conectado com as unidades regionais já previstas, regiões metropolitanas e bacias d´água do Estado. Para a parlamentar, esses pontos serão garantidores de que “o critério econômico-financeiro se mantenha no futuro”. “Esse único critério não faz o menor sentido dentro dessa lógica de que o planejamento de políticas públicas, especialmente no tema de saneamento básico, tem que ser mais amplo e integrado com mais profundidade”, disse.

Acesse o link para ler a matéria https://www.al.sp.gov.br/noticia/?08/06/2021/assembleia-legislativa-de-sao-paulo-aprova-criacao-de-unidades-regionais-de-saneamento-basico-no-estado


« Voltar





NEWSLETTER